o

19/ 01 /2019

Ouro no Peru

“Era tanta a abundância de ouro no Peru, que a prata era desprezada, e era tanta a falta de coisas essenciais, como ferraduras para cavalos ou tinta para escrever, que os preços eram absurdos. Arranquei um dente podre de um viajante – negócio rápido e fácil, só exige uma invocação a santa Apolônia e uma torquês – e ele me pagou com uma esmeralda digna de um bispo. Está engastada na coroa de Nossa Senhora do Socorro [Chile], e agora vale mais do que naquele tempo, porque no Chile as pedras preciosas não são abundantes” (Isabel, Allende, Inês da minha alma).

categoria: Citações Literárias o
03/ 12 /2016

Ordem do Cabo

“É inócuo dizer que os exércitos devem ser máquinas e que a inteligência do soldado está na ordem do cabo. Um soldado deveria, por ordem do cabo bêbado, disparar o fuzil no seu capitão? Ele precisa distinguir, portanto, se o cabo está bêbado ou não; tem de refletir que o capitão é uma autoridade superior ao cabo. Aí estão a inteligência e o exame requeridos no soldado” (Benjamin Constant).

categoria: Citações Literárias o
20/ 12 /2015

Olavo Bilac

“Na madrugada da morte de Augusto dos Anjos caminho pela rua, pensativo, quando avisto Olavo Bilac saindo de uma confeitaria, de fraque e calça xadrez, com bigodes encerados de pontas para cima e pincenê de ouro se equilibrando nas abas do nariz. Embora esteja perto dos cinquenta anos, o poeta do amor carnal ainda tem aquele olhar que tanto agrada às burguesas e às prostitutas ou, para citar ele mesmo, às lavadeiras e às condessas” (Ana Miranda, A última quimera).

categoria: Citações Literárias o
06/ 07 /2015

Olhos Azuis

“Nos olhos azuis de Georgina arde, em sereno e modesto brilho, a luz tranquila de um amor provado, seguro, que deu quanto havia de dar, quanto tinha que dar. Os olhos azuis de Georgina não dizem senão uma só frase de amor, sempre a mesma e sempre bela: Amo-te, sou tua! – Oh! O céu é azul como os teus olhos, Georgina” (Almeida Garret, Viagens na minha terra).

categoria: Citações Literárias o
28/ 12 /2013

Orações

“É preciso remediar a fatalidade. E é por isso que, enquanto existir na terra um farrapo de humanidade, esse farrapo será um moinho de orações” (João do Rio).

categoria: Citações Literárias o
19/ 08 /2013

Omissão

“A omissão é o pecado que com mais facilidade se comete, e com mais dificuldade se conhece, e o que facilmente se comete e dificultosamente se conhece, raramente se emenda” (Padre Antônio Vieira)

categoria: Citações Literárias o