Vallisney Oliveira

Eu, sou cego, mas só peço luzes; sou pequeno, mas só fito os Andes… (Castro Alves)

06/ 01 /2019

Brevidade da Vida

“Muito breve e bastante agitada é a vida daqueles que se esquecem do passado, descuidam do presente e temem o futuro. Ao chegarem ao termo final da vida, então, tardiamente, vão entender como são infelizes, já que seus dias afanaram-se em nulidades” (Sêneca)

categoria: b Citações Literárias
06/ 01 /2019

O prazer de começar

Ó prazer de começar! Ó alvorada!

A primeira grama, quando parece esquecido O que é verde!

Ó primeira página do livro tão esperado, surpreendente!

Leia Devagar, muito rápido a parte não lida ficará pequena!

E o primeiro jato d’água no rosto suado! A camisa Fresca!

Ó começo do amor! Olhar que desvia!

Ó começo do trabalho! Colocar óleo na máquina fria!

Primeiro movimento e primeiro ruído do motor que pega!

A primeira fumaça, enchendo os pulmões!

E você, pensamento novo!

(Bertolt Brecht)

categoria: Poemas Transcritos
06/ 01 /2019

Direito Penal

“O direito penal que deve ser ensinado e aprendido não é o que se contenta com o eruditismo e a elegância impecável das teorias, mas o que, de preferência, busca encontrar-se com a vida e com o homem, para o conhecimento de todas as fraquezas e misérias, de todas as infâmias e putrilagens, de todas as cóleras e negações, e para a tentativa, jamais desesperada, de contê-la na medida da justiça terrena. Não o direito penal de “roupas feitas” estandardizadas, no intento absurdo de abranger a multifariedade da vida e do homem dentro de apriorismos inteiriços e estáticos, mas o direito penal que penetre e compreenda, para poder tratá-la, a realidade de cada criminoso, no momento do seu crime, na sua vita anteacta, na sua psicologia, na sua índole, nas suas possibilidades de readaptação” (Nelson Hungria)

categoria: Citações Jurídicas d
06/ 01 /2019

Portos

Vá timoneiro,

com sua nau,

em cada porto,

com tempo

bom ou mau,

lançar âncoras,

bradar e brindar

a sobreviventes

e a náufragos,

soltar os cabos,

entre peias e diques,

só ou acompanhado,

bêbado ou sóbrio,

tomar mais um trago

no nevoeiro delirante,

eriçar velas,

erguido ou cambaleante,

a piques e alambiques

até qualquer rum.

 

categoria: Poemas Tentados
09/ 12 /2018

Magistrado Tradicional

“O desenho tradicional do magistrado patenteava um homem severo e um sistemático servo da lei, tornando-se precária a sua prestação judicante frente aos novos parâmetros da sociedade contemporânea” (Astrid Maranhão de Carvalho Ruthes)

categoria: Citações Jurídicas m