Vallisney Oliveira

“O homem foi educado por seus erros” (Friedrich Nietzsche)

16/ 11 /2018

III Concurso de Poesia UnB/2018

Aviso: Estão abertas as inscrições para o III Concurso de Poemas do Projeto de Extensão Habeas Liber da Universidade de Brasília. As inscrições irão até o dia 19 de novembro e pode ser feita pelo modo indicado no Edital abaixo ou também pelo email hlpoema2018@gmail.com.

Eis os termos do Edital:

 

III CONCURSO DE POEMAS – HABEAS LIBER (UnB/2018)

1. Do objetivo e do objeto
O III Concurso de Poemas do Projeto Habeas Liber da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento e divulgação da cultura, da escrita e da criação literária na Universidade. O objeto do presente concurso versará sobre literatura, na categoria POESIA, nos termos do presente Edital.
2. Da participação:
Podem participar do concurso:
● Estudantes da graduação e/ou pós-graduação (especialização, mestrado ou doutorado) de qualquer Faculdade da Universidade de Brasília; ou
● Ex-alunos de graduação da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília, que tenham se formado nos últimos 5 (cinco) anos;
● Ex-alunos de graduação de qualquer Faculdade da Universidade de Brasília, que tenham se formado nos últimos 2 (dois) anos;
3. Inscrição
3.1 Dentro do prazo de inscrição, o/a interessado/a deverá enviar um poema, de sua própria autoria, por meio da opção de uploader de arquivo (carregamento) na opção “Adicionar arquivo” ao responder o formulário de inscrição constante no seguinte link de acesso direto:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScvN9JAeIDoVkn127KpK52dZTENnXtw5KERg-immB7KBn3HNQ/viewform

● Se ex-aluno de graduação da Faculdade de Direito, deve enviar comprovante de que estudou na Faculdade nos últimos cinco anos após a formatura;
● Se ex-aluno de graduação de outros Cursos, deve enviar com o e-mail o respectivo comprovante de que estudou na UnB nos últimos dois anos após a formatura;
● Enviar em Anexo: o poema, em formato “.doc” ou “.docx”, tam. 12; fonte: Times New Roman, contendo até 500 palavras.
3.3 As inscrições serão gratuitas.
3.4 Um mesmo autor poderá submeter ao concurso apenas um poema. Em caso de envio de mais de um, a Comissão receberá apenas o primeiro poema enviado, descartando os demais.
3.5 O poema inscrito deverá ser inédito, de preferência.
3.6 Atingido o número de 120 (cento e vinte) inscritos, a fase de inscrição será automaticamente encerrada.
4. Dos prazos
O concurso obedecerá ao calendário abaixo:
● Inscrições: de 10/11/2018 até às 23h59 de 19/11/2018
● Análise pela Comissão: de 20/11/2018 até às 23h59 de 29/11/2018
● Divulgação e Votação no Facebook dos 20 poemas classificados pela Comissão: 02/12/2018 até às 23h59 de 15/12/2018
● Divulgação dos vencedores via Facebook: Entre 16/12/2018 até às 23h59 de 22/12/2018
● Premiação: data a ser designada
5. Das fases/etapas do Concurso
5.1 Da Primeira Fase/Etapa:
Para a execução do Concurso será formada uma comissão avaliadora, uma comissão organizadora dos inscritos e uma comissão divulgadora do Evento.
A comissão avaliadora, formada por até cinco membros entre professores, poetas e estudantes escolherá vinte poemas, que serão divulgados na página do Facebook.
A comissão Organizadora, formada por até quatro membros, receberá e organizará o concurso, mantendo o sigilo dos nomes dos inscritos;
A comissão divulgadora, formada por até dez membros, fará os cartazes, divulgação, apoio e dará as informações necessárias durante todo o concurso.
Os vinte poemas classificados serão inseridos na página do Facebook para curtidas.
5.2 Da Segunda Fase/Etapa:
Após serem escolhidos os 20 poemas, a comissão organizadora e/ou a comissão divulgadora do Concurso farão a inserção dos poemas classificados, com o nome ou codinome dos autores, inserindo-os na página do Facebook projeto Habeas Liber:

https://www.facebook.com/HabeasLiber/

O ranking dos 20 poemas será feito com base na quantidade de curtidas que cada post receber durante o período de votação, sendo terminantemente proibido o uso de perfis fakes e/ou qualquer outra forma de manipulação de resultados, sob pena de exclusão do poema do concurso.
O poema mais curtido será consagrado o vencedor, havendo prêmio também para o segundo lugar.
6. Da premiação
● Primeiro lugar: Kindle (Novo) Paperwhite Amazon Tela 6”, 4GB, Wi-Fi, Luz Embutida, Bivolt.
● Segundo lugar: Tablet (novo), Multilaser M7s – Plus, 8GB, 7”, Wi-Fi, Android 7.0, Proc. Quad Core com Câmera Integrada.
Até três dias depois de terminado o concurso e proclamados os vencedores, o primeiro lugar terá o direito de escolher o prêmio destinado ao segundo lugar, mediante manifestação escrita à Comissão Organizadora/Divulgadora/Habeas Liber, ficando o segundo lugar automaticamente com o prêmio que seria do primeiro.
7. Disposições finais
Ao fazerem a inscrição considera-se que o candidato concorda com a publicação e divulgação do seu trabalho por qualquer meio, com o compromisso do Habeas Liber de mencionar sempre os créditos aos autores.
Se o candidato for classificado para a segunda fase: a) prevalecerá o pseudônimo, se o inscrito colocou nome e codinome; b) prevalecerá o nome se não colocou pseudônimo (apenas o nome).
Os poemas e os autores não classificados não terão seus nomes, nem seus poemas divulgados, sem expressa autorização.
As Comissões do Concurso não se responsabilizam perante terceiros por eventual plágio;
Para a escolha dos vinte classificados, a comissão avaliadora não terá acesso aos nomes dos inscritos.
Até o final do concurso os membros das Comissão avaliadora não terão seus nomes divulgados.
Sem prejuízo do Evento da Premiação, a critério do Habeas Liber os prêmios podem ser entregues antes aos vencedores.
Os classificados e os demais candidatos serão convidados para o evento a ser designado pelo Projeto Habeas Liber para a Premiação do Vencedor.
Os membros da comissão organizadora e da comissão avaliadora não poderão participar do concurso.
Brasília, 30 de outubro de 2018.
Projeto de Extensão Habeas Liber
Faculdade de Direito/Universidade de Brasília

categoria: Direito UnB Outros
04/ 11 /2018

Cooperação Jurídica Internacional

É a colaboração de um Estado Estrangeiro com outro no cumprimento de pedido de diligência, reconhecimento de decisão ou execução de julgado. Geralmente embasada em tratado internacional ou em promessa de reciprocidade pelo Estado requerente, possui como principais instrumentos a homologação de sentença estrangeira, a carta rogatória e o auxílio direto (arts. 26/41 do CPC).

categoria: c Direito Processual